palavra-chave-halya-murillo-leal

Ele tem quase 400 mil seguidores no LinkedIn, onde é Top Voice. É palestrante, especialista em storytelling, jornalista e professor. E apesar dessa não ser a abertura de um programa de entrevistas, temos, sim, a honra de receber ao “palco” do Palavra-Chave, Murillo Leal.

O profissional bateu um papo com a gente sobre empreendedorismo de palco, influencers, aprendizados e, claro, produção de conteúdo de qualidade. Vamos aprender com ele?

Conteúdo por quê?

A primeira lição que tiramos da conversa com o Murillo é sobre a própria função de produzir conteúdo. Para ele, não é só sobre a vontade de escrever: “produtor de conteúdo precisa ter facilidade de pesquisa, buscar referências no mercado, se aprofundar… Eu tenho isso mais natural por ser jornalista, que de manhã cobre acidente e à tarde faz matéria sobre os benefícios do arroz.” Mas o importante, afirma, é saber transformar a informação em um conteúdo que vai ser apreciado pelo consumidor.

Murillo aproveita o gancho para falar um pouco sobre diferenças entre conteúdos técnicos e conteúdos mais conceituais: “escrever sobre si mesmo, sobre sua marca, seu projeto, é escrever sobre sua própria verdade. Já o conteúdo técnico, é focar na pesquisa.” Assim como nossa equipe aqui da Halya, o que o palestrante reforça é que, para construir conteúdos que realmente vão fazer diferença, o importante é ter autoridade no tema. Trabalhar com dados, mesmo que eles sejam os que você viveu durante sua vida.

O que não vale a pena é confundir as coisas e usar essa vivência como disfarce. Ou seja: achar que uma história legal é suficiente e se sustenta. E mais ainda, chamar isso de storytelling. O especialista é categórico: “só historinha bonita para curtirem, realmente não funciona. Storytelling é um processo amplo e teórico, diferente de criar fanfic. Jornada do herói, por exemplo, está super batida. As pessoas estão buscando conteúdos mais densos, mais úteis. O maior capital do conteúdo é ajudar sua audiência.”

E se o foco do conteúdo realmente é contribuir, indo por um caminho um pouco diferente do que já vimos em outras colaborações do Palavra-Chave, para Murillo os formatos são o menos importante: “o que importa é o conteúdo. Ponto. Tem público para todos os formatos. O produtor de conteúdo precisa ter essa versatilidade. Todas as marcas e pessoas hoje são multicanais, então o grande ponto aqui é a adaptabilidade.” 

Ele inclusive recomenda práticas para alcançar melhores resultados: estudar, pesquisar, testar. Consumir bons materiais (sugere Robert Mckee), conhecer o processo de construção de histórias (cita o caso da Pixar), conhecer mais do cinema, da comunicação e da narrativa como um todo. É um trabalho, como qualquer outro, e exige preparo. 

Influência com responsabilidade

Essa adaptabilidade serve, inclusive, para mudar os rumos do conteúdo criado. Quando adentramos a conversa em temas de influenciadores e outros profissionais que vivem da geração de conteúdo, Murillo cita exemplos até dos próprios alunos, que adaptaram seus focos iniciais por motivos diversos, e transformaram suas marcas através disso:

“Tem o case de uma aluna, influencer de moda, que passou por um burnout e sentiu necessidade de falar um pouco mais de meditação, vida equilibrada e afins, e com base nisso, hoje mudou o foco do seu conteúdo e é focada em estilo de vida e não mais no mercado fashion”, explica. 

“É importante entender que um influenciador, ou outro profissional cujo trabalho é o próprio conteúdo, não vende só produto. Ele vende um estilo de vida. E assim, permitem-se ampliar as áreas de interesse e se adaptar.” Parece fácil, não? Mas não é bem assim. Murillo explica que a produção de conteúdo não é tão glamourosa como muita gente fala. 

“Não recomendaria que ninguém entrasse nessa vibe que é fácil viver de conteúdo. Eu mesmo comecei sem essa pretensão. Produzir conteúdo também é empreender, e empreendedor sabe que você abre mão da estabilidade, da organização financeira, e a vida no dia a dia é um pouco diferente do que contam. A gente tem que emitir nota fiscal, sabe?”, brinca. Para o especialista, o sucesso vem de tempo + aprendizado contínuo

Verdade, sempre.

Os empreendedores de palco até falam diferente, mas Murillo sustenta seu ponto: “hoje tem muita gente que potencializa percepções. É necessário ser um pouco iconoclasta e ter um pouco mais do que eu chamo de ‘serumanidade’, que é realmente o que faz um público se identificar com o conteúdo.”

E para isso, a dedicação é indispensável: “minha vida é a própria exposição da minha profissão. Já nem existe mais a diferença do pessoal e profissional hoje em dia. É claro que você filtra situações que podem impactar as pessoas da sua vida, mas até isso acaba encontrando um jeito de se tornar conteúdo.” Isso se traduz por envolvimento total com a missão de informar, conquistar e envolver pessoas

Fica bem claro que produzir conteúdo definitivamente é um universo profundo – que exige técnica, esforço e cultiva consumidores cada vez mais exigentes. Seja para uma marca ou para suas próprias histórias pessoais, é extremamente importante nunca parar de aprender. Nem de produzir. Mas que isso se torne mais fácil através da exposição de vivências sinceras e experiências reais. Afinal, o essencial para qualquer conteúdo é realmente ser autêntico.

Com a palavra-chave, Murillo Leal:

murillo-leal-halya.png

No início da carreira como jornalista, trabalhei na Folha de Londrina, um dois maiores jornais do Paraná. Em 2017, fui eleito um Top Voice Linkedin como um dos 15 maiores influenciadores da plataforma com mais de 330 mil seguidores. Com isso, acabei migrando para a área de consultoria e educação corporativa dando aulas, cursos e workshop sobre marketing de conteúdo, redação criativa, Storytelling e gestão de conteúdo pelo Brasil.

Site: www.murilloleal.com.br
LinkedIn:
 Murillo Leal | Instagram: @lealmurillo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s